“Base” para a queixa contra EDP foi rejeitada por Bruxelas

A Comissão Europeia divulgou um documento que confirma a rejeição de que “a extensão das concessões de barragens à EDP configurava uma situação de auxílio estatal ilegal” contou Manuel Rifer para o Jornal Económico

A EDP pagou cerca de 705 milhões de euros em troca da extensão das concessões de 27 centrais hidroelétricas, sendo objeto de denúncia de particulares em Bruxelas, que alegavam existerem benefícios para a EDP com as compensações e o baixo preço pago pela extensão sem concurso público da duração das mesmas.

No Ministério Público soube-se da existência de um inquérito que induzia suspeitas de “corrupção ativa, corrupção passiva e participação económica em negócio”.

Original: Manuel Rifer em Jornal Económico

 

Deixe um comentário

  Subscribe  
Notify of
Do NOT follow this link or you will be banned from the site!