EDP suspeita de ter causado o maior incêndio de sempre

Há fortes suspeitas que o maior incêndio da história de Portugal que queimou mais de 50 000 hectares e alcançou nove concelhos a meio de Outubro de 2017 começou devido a uma linha elétrica da EDP, assim como o incêndio de Pedrógão Grande.

Esta informação surge depois da conclusão do relatório da Comissão Técnica Independente e das investigações feitas pelas autoridades.

A TSF fez uma investigação sobre o Sistema de Informação de Incêndios Florestais ICNF (Instituto da Conservação da Natureza e Florestas) que identifica a origem do incêndio começado em Lousã, num comportamento negligente com origem nas linhas elétricas e terá sido provocado pela queda de uma árvore sobre uma linha de média tensão.

O não cumprimento do regulamento de segurança das linhas elétricas pela entidade gestora, a EDP, em particular da distância mínima de segurança dos condutores [elétricos] às árvores.

Os investigadores escolhidos disseram que estes equipamentos devem estar devidamente regulamentados e cujo o incumprimento pode só por si levar a este tipo de situações e a todas as suas consequências.

O mesmo relatório afirma que “o maior incêndio de que há memória queimou 9 concelhos e afetou 170 empresas com prejuízos na ordem dos 49,5 milhões de euros. Dez dos incêndios têm causa determinada, quatro foram de mão criminosa, outros quatro resultaram de reacendimentos e dois de comportamentos negligentes como o incêndio na Lousã.

TSF // EXPÕE

Deixe um comentário

  Subscribe  
Notify of
Do NOT follow this link or you will be banned from the site!