Porque arde Portugal todos os anos? O El Mundo explica

De acordo com os dados recolhidos num estudo da Universidade de Vila Real, entre 2000 e 2013, mais de metade dos fogos registados no sul da Europa tiveram lugar em Portugal: 19,000 incêndios totais, 10,000 deles em Portugal. No ano passado mais de 50% do território ardido na Europa, foi em território luso.

Num único dia em Agosto foram registadas 455 deflagrações sendo que os portugueses já se acostumaram às evacuações e estradas cortadas por causa dos incêndios que assolam o território nacional com tanta frequência.

“A má gestão, em mãos privadas, das florestas nacionais, agrava o perigo com a chegada do calor.”

pedrogao grande23 - Porque arde Portugal todos os anos? O El Mundo explica

Então quais são as explicações de o solo luso arder com tanta intensidade em cada ano?

Os motivos são vários. Como a Espanha sofre altas temperaturas e ventos secos durante o Verão, que conta também com enormes florestas que são afetadas por longos períodos de seca. Outros fatores, particularmente portugueses, complicam-se num cenário que é perigoso, já de si. Após a Revolução dos Cravos, em 1974, grande parte das florestas nacionais foram privatizados até ao ponto de que, atualmente apenas 5% dos parques florestais são públicos. Muitos desses terrenos foram replantados com árvores de eucalipto, susceptíveis às chamas. – e outros em mãos de privados, que não tomam medidas para a limpeza dos matos. A aplicação inadequada das leis que regem este domínio faz com que muitas áreas do país, estejam cheias de biomassa, que serve de combustível, mesmo para os raios de sol intensos.

A desertificação progressiva do interior do país, e sucessivas crises económicas também contribuem para esta situação pois muitos dos incêndios têm origem nas aldeias abandonadas, como conta Sebastião Pereira para o Jornal El Mundo.

Não é o caso do atual incêndio que destruiu o distrito de Leiria em Portugal que tem um sério problema com os incêndios intencionais. No ano passado, cerca de 30 pessoas – entre eles o incendiário de Madeira, foram detidos por causar grandes deflagrações.

portugal fire reuters credit - Porque arde Portugal todos os anos? O El Mundo explica

Curiosamente, a lei portuguesa impede de utilizar terrenos queimados para operações urbanísticas durante os dez anos posteriores ao incêndio, porque na maioria dos casos, pensa-se que se tratam de atos praticados por pessoas doentes, ou de pequenos atos de vingança entre pessoas do interior do país. Há cerca de uma semana, um bombeiro, de 19 anos, foi acusado de ter provocado um incêndio nos arredores de Coimbra para “brilhar” na extinção do mesmo.

Esta história foi escrita por Sebastião Pereira para o Jornal El Mundo, e no mesmo artigo lê-se o seguinte comentário:
“Porque se plantam eucalipto, por isso é que arde Portugal. Se se permite plantar eucaliptos, já não há bosques, tudo são montes, não se desbrocham os montes e não se multam os proprietários…” Elfeso

 

 

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

Notify of
avatar
wpDiscuz