Reino Unido, Suécia, Eslováquia e República Checa são fontes prováveis do gás “Novichok”

Segundo Moscovo a substância usada para envenenar Sergei Skripal e a sua filha deve ter tido origem em países onde estudavam o gás (agente nervoso) “Novichok”.

“A fonte mais provável da origem da toxina são países que têm vindo a desenvolver uma intensa pesquisa sobre a substância “Novichok”, desde o final da década de 1990 até ao presente”, disse no sábado a porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros, Maria Zakharova.

Moscovo questiona como o governo da Inglaterra chegou à conclusão que existem indícios que o gás seja Russo se estes nem cumpriram as leis das Nações Unidas, e os protocolos adequados, quando se trata te um alegado “ataque químico”, e não deram nenhuma “prova” do crime a diplomatas Russos. A porta-voz disse que algo está a ser ocultado nessas amostras, ou é uma mentira desde o início.

 

Deixe um comentário

  Subscribe  
Notify of
Do NOT follow this link or you will be banned from the site!