Wikileaks oferece cem mil dólares por documentos ocultos de JFK

O WikiLeaks está oferecendo 100 000 USD$ para o lançamento de arquivos que mostram evidências de atividade criminosa e de uma investigação malsucedida no caso do assassinato de JFK.

Presidente Jonh F. Kennedy momentos antes de ser assassinado

Os novos documentos revelam que Oswald tinha sido vigiado pelo FBI, nas semanas antes, ele disse ter puxado o gatilho. Os documentos também mostram que a União Soviética temiam que o assassinato fosse parte de uma conspiração levada pela “extrema-direita” nos cidadãos para provocar uma guerra entre os dois países, enquanto um jornal Britânico foi derrubado 25 minutos antes do atentado.

Ainda assim parte dos arquivos ainda permanecem ocultos devido aos temores de que eles poderiam prejudicar a segurança nacional dos EUA.

Julian Assange fez o anuncio na sexta-feira, depois de alguns arquivos de inteligência sobre o assassinato do presidente JFK terem sido liberados pelo arquivo nacional dos EUA. Cerca de 2,891 novos registos relacionados com o assassinato a tiro em Dallas em 1963 já estariam disponíveis para o público na quinta-feira.

Deixe um comentário

  Subscribe  
Notify of
Do NOT follow this link or you will be banned from the site!